Como as buscas na Internet afetam os resultados das eleições

Claudio Macedo
22/12/2015

Eleições. Crédito: Scott Maxwell (Flickr) / Creative Commons.
Eleições. [1]
Utilizamos sistematicamente sites de buscas para encontrar informações na Internet. Esses sites (Google, Yahoo!, Bing, etc.) utilizam um programa computacional, o chamado motor de busca, para encontrar nos textos dos documentos disponíveis na Internet compatibilidade com o assunto que procuramos. Como resultado da busca, aparece na tela uma lista de ocorrências que atendem o critério que especificamos.

A ordem em que os dados são apresentados é muito importante. Essa ordem tem um impacto significativo sobre as escolhas das pessoas, porque os usuários tendem a escolher os resultados que aparecem primeiro, em detrimento dos demais. A imprensa especializada costuma divulgar que empresas gastam bilhões anualmente em esforços para “colocar” as informações de seus interesses no topo das listas dos resultados de buscas.

Quais critérios foram utilizados para classificar o que vem primeiro? Isso não é divulgado de forma clara. As empresas proprietárias dos sites de buscas dizem que usam algoritmos, permanentemente aperfeiçoados, que selecionam as informações por critérios de “relevância”.

Epstein e Robertson, pesquisadores norte-americanos, fizeram um estudo quantitativo sobre o impacto nos resultados das eleições em países democráticos como consequência do uso de motores de busca da Internet [2]. A pesquisa considerou especificamente o efeito, nos eleitores indecisos, da ordem das informações nas listas que resultam das buscas na Internet sobre as eleições. Eles realizaram experimentos com 4,5 mil eleitores indecisos dos Estados Unidos e da Índia.

Esses eleitores emitiram opiniões e preferências de voto, antes e depois de realizar pesquisas sobre candidatos usando um motor de busca de simulação criado para este fim.

Os resultados das experiências mostraram que a ordem dos resultados das buscas na Internet pode mudar as preferências de voto de indecisos em cerca de 20% dos casos. Esse tipo de influência é denominado “efeito da manipulação do motor de busca”. As pessoas não percebem que estão sendo manipuladas, e tendem a acreditar que adotaram sua nova escolha de forma autônoma.

Considerando que muitas eleições são ganhas por margens pequenas de votos, os resultados da pesquisa sugerem que os proprietários dos sites de buscas têm, hipoteticamente, o poder de influenciar os resultados de eleições.

O impacto de tais manipulações seria especialmente significativo em países dominados por um único site de buscas – fato real na maioria dos países.

A conclusão a que podemos chegar, a partir desse estudo, é que os rankings gerados pelos sites de buscas relacionados com as eleições podem representar uma ameaça significativa para a democracia.

[1] Crédito da imagem: Scott Maxwell (Flickr) / Creative Commons (CC BY-SA 2.0). URL: https://www.flickr.com/photos/lumaxart/2752906702.

[2] R Epstein and RE Robertson. The search engine manipulation effect (SEME) and its possible impact on the outcomes of elections. PNAS 112, E4512 (2015).

Como citar este artigo: Claudio Macedo. Como as buscas na Internet afetam os resultados das eleições. Saense. URL: http://www.saense.com.br/2015/12/como-as-buscas-na-internet-afetam-os-resultados-das-eleicoes/. Publicado em 22 de dezembro (2015).

Artigos de Claudio Macedo     Home

Publicado por

Claudio Macedo

Claudio Macedo

Doutor em Física. Divulgador de Ciência. Professor da Universidade Federal de Sergipe (1976-2016).
Escreve sobre Temas Variados da Ciência no Saense.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *