Detecção de câncer por filtragem de amostra de sangue

Claudio Macedo
12/05/2016

Metástase. [1]
Metástase. [1]
Células tumorais circulantes (CTCs) são células malignas que escapam de um tumor para a corrente sanguínea com potencial para formar metástase. Essas células oferecem uma grande possibilidade para a detecção e caracterização de câncer. Contudo, a extrema raridade dessas células em circulação tem dificultado o seu uso diagnóstico. Elas são tão poucas quanto uma CTC por ml de sangue total e o desafio é obter o seu isolamento e posterior análise [2].

Pesquisadores norte-americanos e canadenses desenvolveram um novo método para separar as CTCs diretamente do sangue total com base na sua capacidade de deformação distinta em relação às células hematológicas [2].

O processo é feito por um mecanismo microfluídico [3] que utiliza a deformação de células individuais através de funis micrométricos que produzem vias de fluxos distintos para CTCs, leucócitos e eritrócitos. Assim, as CTCs podem ser separadas das células hematológicas com base na capacidade de deformação diferenciada, apesar de seu tamanho ser quase idêntico. O procedimento é capaz de capturar mais de 90% das células de câncer a partir de uma amostra de sangue do paciente.

As células tumorais separadas utilizando a nova abordagem são recolhidas em suspensão e, assim, torna possível identificar pacientes com câncer ou avaliar a progressão da doença e a eficácia de drogas. Particularmente, no caso de ocorrência de metástase, que contribui para cerca de 90% das mortes relacionadas ao câncer, as CTCs recolhidas são capazes de fornecer biomarcadores tumorais para: (a) a estimativa de sobrevida do paciente, (b) desenvolvimento de terapia personalizada, (c) rápida avaliação de novos medicamentos em ensaios clínicos, e (d) caracterização do desenvolvimento da doença, sem a necessidade de biópsia de tecido.

O novo processo se constitui em um grande avanço na área de oncologia. É particularmente relevante nos casos de cânceres de próstata e colorretal, nos quais as células tumorais são conhecidas por terem tamanhos semelhantes aos dos leucócitos [2].

[1] Crédito da imagem: Unknown Illustration [Public domain], via Wikimedia Commons. URL: https://commons.wikimedia.org/wiki/File:Metastasis_illustration_(1).jpg.

[2] ES Park et al. Continuous Flow Deformability-Based Separation of Circulating Tumor Cells Using Microfluidic Ratchets. Small 12, 1909 (2016).

[3] Wikipedia. Microfluidics. URL: https://en.wikipedia.org/wiki/Microfluidics. Acesso: 11 de maio (2016).

[4] Artigos relacionados: Eliminando câncer com laser e nanopartículas de ouro e Monitorando o câncer por exame de sangue.

Como citar este artigo: Claudio Macedo. Detecção de câncer por filtragem de amostra de sangue. Saense. URL: http://www.saense.com.br/2016/05/deteccao-de-cancer-por-filtragem-de-amostra-de-sangue/. Publicado em 12 de maio (2016).

Artigos de Claudio Macedo     Home

Publicado por

Claudio Macedo

Claudio Macedo

Doutor em Física. Divulgador de Ciência. Professor da Universidade Federal de Sergipe (1976-2016). Escreve sobre Temas Variados da Ciência no Saense.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.