Novas evidências de benefícios do resveratrol (uva, vinho, …) para nossa saúde

Claudio Macedo
04/10/2016

Uva e vinho. [1]
Uva e vinho. [1]
Resveratrol, substância encontrada em algumas frutas (amoras, framboesas, mirtilos, uvas tintas, entre outras) e também no vinho tinto, tem sido objeto de muitos estudos sobre seus efeitos na saúde [2,3]. Há relatos de experimentos em que, através do uso de resveratrol, houve aumento de expectativa de vida e retardamento do aparecimento de diabetes em ratos, e neutralização dos efeitos negativos de uma dieta rica em gordura e açúcar em macacos rhesus [3]. Este último estudo foi tema do artigo “Saúde com vinho?” no Saense.

Pesquisadores norte-americanos anunciaram que resveratrol pode controlar a inflamação induzida por um agente patogênico bacteriano (Haemophilus influenzae não tipável, NTHi) que está associado a doenças inflamatórias do trato respiratório superior, tais como a asma, doenças pulmonares obstrutivas crônicas (DPOC) e infecção do ouvido médio (otite média). Os autores fizeram experimentos in vitro de células epiteliais brônquicas humanas e também com ratos. Eles encontraram que o resveratrol suprime a inflamação induzida por NTHi em células epiteliais das vias respiratórias por regulação da proteína MyD88 [2].

Podemos comemorar esse resultado por ele encontrar mais evidências de efeitos benéficos para nossa saúde do uso de alimentos que contém resveratrol. No caso específico desse novo estudo, temos uma grande notícia para mais de 500 milhões de pessoas que sofrem de asma e de DOPC no mundo. O fato é que os pesquisadores encontraram um novo mecanismo para tratar as doenças das vias aéreas, credenciando o resveratrol como uma substância de grande potencial terapêutico, alternativo aos antibióticos que são utilizados rotineiramente no tratamento dessas infecções. Afinal, essas doenças estão cada vez mais sendo agravadas pelo número crescente de estirpes de bactérias resistentes aos antibióticos disponíveis.

Enquanto aguardamos que os resultados estimulem o uso do resveratrol no desenvolvimento de novas estratégias terapêuticas para as enfermidades das vias aéreas, vamos comemorar com um bom vinho tinto (ou um maravilhoso suco de uva). [4]

[1] Crédito da imagem: Michael Stern (Flickr) / Creative Commons (CC BY-SA 2.0). URL: https://www.flickr.com/photos/68711844@N07/15638543437.

[2] CS Andrews et al. Resveratrol suppresses NTHi-induced inflammation via up-regulation of the negative regulator MyD88 short. Scientific Reports 6, 34445 (2016).

[3] JPK Hyatt et al. Muscle-Specific Myosin Heavy Chain Shifts in Response to a Long-Term High Fat/High Sugar Diet and Resveratrol Treatment in Nonhuman Primates. Frontiers in Physiology 7, 77 (2016).

[4] Artigo relacionado: Saúde com vinho?

Como citar este artigo: Claudio Macedo. Novas evidências de benefícios do resveratrol (uva, vinho, …) para nossa saúde. Saense. URL: http://www.saense.com.br/2016/10/novas-evidencias-de-beneficios-do-resveratrol-uva-vinho-para-nossa-saude/. Publicado em 04 de outubro (2016).

Artigos de Claudio Macedo     Home

Publicado por

Claudio Macedo

Claudio Macedo

Doutor em Física. Divulgador de Ciência. Professor da Universidade Federal de Sergipe (1976-2016). Escreve sobre Temas Variados da Ciência no Saense.

2 comentários sobre “Novas evidências de benefícios do resveratrol (uva, vinho, …) para nossa saúde”

  1. Gostei do artigo. Por coincidência ou não, nos últimos três meses tenho deixado o meu hábito diário de tomar uma taça de vinho: tenho ficado resfriado várias vezes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.