Poeira lunar pode danificar o DNA de humanos

Tábata Bergonci
21/06/2018

Foto tirada em dezembro de 1972 na expedição feita por astronautas americanos com a Apollo 17. [1]
Quando os astronautas visitaram a lua durante a missão da Apollo, o solo lunar carregado eletrostaticamente se aderia ao traje espacial, e a poeira lunar era transportada para dentro da espaçonave. O astronauta Harrison Schmitt descreveu que a poeira lunar causava espirros, olhos lacrimejantes e dor de garganta. A poeira lunar representa risco biológico real para os exploradores lunares, com partículas entre 0,5 e 10 micrômetros que se acumulam nas vias aéreas e nos alvéolos. Existem, ainda, evidências que as partículas menores poderiam ser transportadas através do bulbo olfatório para o cérebro.

Pesquisadores da Stony Brook University, nos Estados Unidos, buscaram entender qual o efeito da poeira lunar em células e em seu DNA [2]. Como o acesso à poeira lunar é difícil, eles criaram cinco diferentes tipos de poeiras que mimetizam as principais partículas encontradas na lua. Como controle, eles utilizaram poeira de quartzo, conhecida por ser citotóxica, mas raramente encontrada na lua, sendo predominantemente terrestre; e poeira de dióxido de titânio, chamada anatase, que se sabe não causar riscos às células. Para os experimentos, os cientistas utilizaram dois tipos diferentes de células.

Os resultados mostraram que quanto menor a partícula lunar, maior o risco de morte celular, sendo que alguns testes mostraram apenas 10% de células sobreviventes quando expostas a uma concentração de 20 mg/3.8 cm2. Todas as partículas lunares causaram grande dano no DNA celular, sendo que esses danos levam a mutações, câncer e, consequentemente, morte celular a longo prazo.

Como conclusão, os pesquisadores dizem que evitar a inalação da poeira lunar será importante para futuros exploradores. Agora, além dos estudos para gerar água, comida, energia e ar respirável em solo lunar, também serão necessárias profundas pesquisas para entender o impacto do solo lunar em humanos expostos por longos períodos a ele.

[1] Crédito da imagem: Daniel Oines (Flickr), CC BY 2.0. https://www.flickr.com/photos/dno1967b/14558890560.

[2] R Caston et al. Assessing Toxicity and Nuclear and Mitochondrial DNA Damage Caused by Exposure of Mammalian Cells to Lunar Regolith Simulants. GeoHealth 10.1002/2017GH000125 (2018).

Como citar este artigo: Tábata Bergonci. Poeira lunar pode danificar o DNA de humanos. Saense. http://saense.com.br/2018/06/poeira-lunar-pode-danificar-o-dna-de-humanos/. Publicado em 21 de junho (2018).

Artigos de Tábata Bergonci     Home

Publicado por

Tábata Bergonci

Tábata Bergonci

Doutora em Genética e Melhoramento de Plantas. Pós-doutoranda na Universidade Federal de São Paulo. Escreve sobre Genética no Saense.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.