Poluição por metais pesados atinge ilhas remotas

Agência FAPESP
12/03/2018

Ilhas Kerguelen. [1]
Bilhões de toneladas de metais pesados são emitidos anualmente por chaminés e esgotos das indústrias. Tais Continuar lendo Poluição por metais pesados atinge ilhas remotas

Teste detecta infecção anterior pelo vírus Zika

Agência FAPESP
10/03/2018

[1]
Um teste capaz de detectar em amostras de soro sanguíneo anticorpos contra o vírus Zika com alta especificidade – e, portanto, baixo risco de reação cruzada Continuar lendo Teste detecta infecção anterior pelo vírus Zika

Fim da megafauna reduziu a distância de dispersão de sementes grandes

Agência FAPESP
09/03/2018

Mastodonte. [1]
Mastodontes, preguiças-gigantes e tatus do tamanho de fuscas. A extinção da megafauna da mais recente era do gelo foi uma tragédia biológica que repercute Continuar lendo Fim da megafauna reduziu a distância de dispersão de sementes grandes

ALMA revela teia interna em maternidade estelar

ESO
09/03/2018

Novos dados obtidos com o ALMA e outros telescópios foram utilizados para criar esta imagem de uma teia de filamentos na Nebulosa de Orion.

Esta imagem incomum mostra parte da famosa Nebulosa de Orion, uma região de formação estelar situada a cerca de 1350 anos-luz de distância da Terra. Este Continuar lendo ALMA revela teia interna em maternidade estelar

Técnica de neuroimagem ajuda a entender efeitos da epilepsia no cérebro

Agência FAPESP
08/03/2018

[1]
Um consórcio internacional de pesquisa analisou, com técnicas de neuroimagem, o cérebro de mais de 3,8 mil voluntários de diferentes países. É o maior estudo do Continuar lendo Técnica de neuroimagem ajuda a entender efeitos da epilepsia no cérebro

Planetas TRAPPIST-1 são provavelmente ricos em água

ESO
08/03/2018

Esta concepção artística mostra vários dos planetas que orbitam a estrela anã ultra fria TRAPPIST-1. Novas observações, combinadas com análise muito sofisticada, deram boas estimativas das densidades dos sete planetas do tamanho da Terra, sugerindo que estes objetos são ricos em materiais voláteis, provavelmente água. [1]
Os planetas que se encontram em órbita da tênue estrela vermelha TRAPPIST-1, situada a apenas 40 anos-luz de distância da Terra, foram inicialmente Continuar lendo Planetas TRAPPIST-1 são provavelmente ricos em água

Estrutura eletrônica de compostos de urânio é desvendada

Agência FAPESP
07/03/2018

Urânio. [1]
Os actinídeos são um grupo de 15 elementos radioativos que fazem parte da sétima linha da tabela periódica. Isto quer dizer que seus átomos possuem Continuar lendo Estrutura eletrônica de compostos de urânio é desvendada

Glória na escuridão

ESO
07/03/2018

Nesta imagem de grande angular vemos uma nuvem escura de poeira cósmica, iluminada pela luz brilhante de estrelas jovens. Esta nuvem densa é na realidade uma região de formação estelar chamada Lupus 3, onde estrelas extremamente quentes nascem a partir de massas de gás e poeira que estão colapsando. Esta imagem foi criada a partir de dados obtidos com o Telescópio de Rastreio do VLT e com o telescópio MPG/ESO de 2,2 metros, tratando-se da imagem mais detalhada desta região obtida até hoje.

A região de formação estelar Lupus 3 situa-se na constelação do Escorpião, a apenas 600 anos-luz de distância da Terra. Faz parte de um complexo maior Continuar lendo Glória na escuridão

Paciente em São Paulo não morreu por reação à vacina da febre amarela

Agência FAPESP
06/03/2018

[1]
Um dos casos de suspeita de morte por reação adversa à vacina da febre amarela investigados no Estado de São Paulo acaba de ser descartado. Continuar lendo Paciente em São Paulo não morreu por reação à vacina da febre amarela

Primeira luz do caçador de planetas ExTrA instalado em La Silla

ESO
05/03/2018

Uma nova infraestrutura nacional instalada no Observatório de La Silla do ESO acaba de executar as suas primeiras observações. Os telescópios do ExTrA procurarão e estudarão planetas do tamanho da Terra que orbitam estrelas anãs vermelhas próximas de nós. O design inovador do ExTrA permite uma sensibilidade bastante melhorada comparativamente a buscas anteriores. Os astrônomos dispõem agora de uma nova ferramenta muito poderosa que ajudará na busca de mundos potencialmente habitáveis.

A mais recente adição ao observatório de La Silla do ESO, no norte do Chile, o ExTrA (Exoplanets in Transit and their Atmospheres), acaba de fazer as suas Continuar lendo Primeira luz do caçador de planetas ExTrA instalado em La Silla