Um sistema múltiplo observado no momento de sua formação

Marcelo M. Guimarães
30/10/2016

Imagem do sistema L1448 IRS3B feita com o ALMA mostrando duas protoestrelas no centro e uma terceira protoestrela mais distante à esquerda. A estrutura espiral de gás e poeira, também visível na imagem, indica instabilidade gravitacional no disco. [1]
Imagem do sistema L1448 IRS3B feita com o ALMA mostrando duas protoestrelas no centro e uma terceira protoestrela mais distante à esquerda. A estrutura espiral de gás e poeira, também visível na imagem, indica instabilidade gravitacional no disco. [1]
Ao se fazer a estatística de multiplicidade estelar percebe-se que a maioria das estrelas possuem uma Continuar lendo Um sistema múltiplo observado no momento de sua formação

A Abundância de água no Sistema Solar

Marcelo M. Guimarães
09/10/2016

Planeta Terra, onde água pode ser encontrada nas fases sólida, líquida e gasosa. [1]
Planeta Terra, onde água pode ser encontrada nas fases sólida, líquida e gasosa. [1]
Até o início do século XXI os únicos locais onde havia água no Sistema Solar, segundo nosso conhecimento, Continuar lendo A Abundância de água no Sistema Solar

Planeta gigante ou Anã Marrom?

Marcelo M. Guimarães
11/09/2016

Imagem da Nebulosa de Orion (M42) obtida com o satélite WISE. [1]
Imagem da Nebulosa de Orion (M42) obtida com o satélite WISE. [1]
A imagem acima mostra grandes nuvens de gás e poeira a partir das quais as estrelas nascem. De forma sucinta, devido à baixa temperatura dessas nuvens Continuar lendo Planeta gigante ou Anã Marrom?

Encontrado um planeta parecido com a Terra em Proxima Centauri

Marcelo M. Guimarães
28/08/2016

Esquema gráfico comparando o Sol com Proxima Centauri e a órbita de Mercúrio com a órbita de Proxima b. Dados de Proxima Centauri podem ser vistos nos infográficos. [1]
Esquema gráfico comparando o Sol com Proxima Centauri e a órbita de Mercúrio com a órbita de Proxima b. Dados de Proxima Centauri podem ser vistos nos infográficos. [1]
Os boatos se confirmaram e o Observatório Europeu Austral (ESO – European Sourthen Observatory) confirmou a descoberta de um exoplaneta com 1,3 massas da Terra, Continuar lendo Encontrado um planeta parecido com a Terra em Proxima Centauri

Atmosfera de um exoplaneta na ponta do lápis

Marcelo M. Guimarães
24/07/2016

Impressão artística de um exoplaneta com atmosfera transitando na frente da sua estrela. Quando observamos a luz da estrela no momento que ocorre o trânsito podemos detectar as assinaturas espectrais da atmosfera do exoplaneta.
Impressão artística de um exoplaneta com atmosfera transitando na frente da sua estrela. Quando observamos a luz da estrela no momento que ocorre o trânsito podemos detectar as assinaturas espectrais da atmosfera do exoplaneta. [1]
A invenção de calculadoras e posteriormente de computadores impulsionou a ciência em direções impensáveis. Cálculos que na época do papel e lápis poderiam levar horas, agora são feitos em microssegundos por um celular. Continuar lendo Atmosfera de um exoplaneta na ponta do lápis

Resolvendo os mistérios de Júpiter

Marcelo M. Guimarães
10/07/2016

Impressão artística de Juno em Júpiter. [1]
Impressão artística de Juno em Júpiter. [1]
O gigante do nosso Sistema Solar esconde muitos mistérios. Júpiter possui um núcleo sólido? Qual a composição desse núcleo? Como é gerado o intenso campo magnético Continuar lendo Resolvendo os mistérios de Júpiter

Qual é o exoplaneta mais jovem e por que isso é importante?

Marcelo M. Guimaraes
26/06/2016

Impressão artística do planeta K2-33b orbitando próximo à estrela jovem K2-33. [1]
Impressão artística do planeta K2-33b orbitando próximo à estrela jovem K2-33. [1]
Duas descobertas interessantes, vindas de 3 artigos diferentes, podem sacudir as teorias de formação de planetas Continuar lendo Qual é o exoplaneta mais jovem e por que isso é importante?

Gelo cristalino em Hidra e Caronte

Marcelo M. Guimarães
22/05/2016

No painel da direita temos o espectro infravermelho obtido com o instrumento LEISA, a bordo da New Horizons. Podemos ver as absorções largas de gelo de água cristalino de 1,50 a 1,60 µm e também uma absorção estreita em 1,65 µm. À direita vemos uma imagem de Caronte e de Hidra, obtidas pela sonda New Horizons. [1]
No painel da direita temos o espectro infravermelho obtido com o instrumento LEISA, a bordo da New Horizons. Podemos ver as absorções largas de gelo de água cristalino de 1,50 a 1,60 µm e também uma absorção estreita em 1,65 µm. À direita vemos imagens de Caronte e de Hidra, obtidas pela sonda New Horizons. [1]
Se em Marte a água ferve ao brotar do subsolo e chegar na superfície, em Hidra e Caronte, duas luas de Plutão, água é encontrada na forma de gelo cristalino. Continuar lendo Gelo cristalino em Hidra e Caronte

Água líquida em Marte? Sim! Mas fervendo!

Marcelo M. Guimaraes
08/05/2016

Imagem obtida em 2014 pela Mars Reconnaissance Orbiter da região Coprates Chasma em Marte. [1]
Imagem obtida em 2014 pela Mars Reconnaissance Orbiter da região Coprates Chasma em Marte. [1]
A foto que ilustra essa matéria é da região chamada Coprates Chasma, em Marte. Foi obtida pela missão da NASA chamada Mars Reconnaissance Orbiter em 2014 e mostrou que água líquida ainda esculpe a superfície de Marte. Continuar lendo Água líquida em Marte? Sim! Mas fervendo!

Em uma galáxia, muito, muito distante

Marcelo M. Guimaraes
24/04/2016

A imagem mostra a linha temporal do Universo, desde o Big Bang a 13,8 bilhões de anos atrás (lado direito da imagem) até os dias de hoje (lado esquerdo). A atual recordista de distância, GN-z11, e a recordista anterior, EGSY8p7, são mostradas em detalhe. Pode-se ver que GN-z11 está localizada no início da Era da Reionização. [1]
A imagem mostra a linha temporal do Universo, desde o Big Bang a 13,8 bilhões de anos atrás (lado direito da imagem) até os dias de hoje (lado esquerdo). A atual recordista de distância, GN-z11, e a recordista anterior, EGSY8p7, são mostradas em detalhe. Pode-se ver que GN-z11 está localizada no início da Era da Reionização. [1]
Do auge dos seus 26 anos, o telescópio espacial Hubble nos mostra que ainda é um dos experimentos científicos mais bem-sucedidos da nossa era. Utilizando a Wide Field Camera 3 um grupo de astrônomos Continuar lendo Em uma galáxia, muito, muito distante