A pequeneza das coisas (de estrutura fina)

Bruno Carneiro da Cunha
06/11/2017

Interação fóton-fóton. O diagrama pode ser lido como uma história: as linhas onduladas — representando fótons — se aproximam, interagem, via as linhas retas — representando elétrons — e depois se separam. Cada vértice está associado à interação eletromagnética cuja probabilidade depende da constante de estrutura fina. Pelo exposto no texto, a interação fóton-fóton tem assim uma probabilidade da ordem de 1 em 1 bilhão. Por isso só tivemos confirmação experimental deste processo recentemente. [1]
Apesar do modelo inicial de átomo (de Demócrito) ter sido pensado como algo indivisível, aprendemos desde o início do século XX que Continuar lendo A pequeneza das coisas (de estrutura fina)