Observando a estrela mais distante

ESA
12/04/2018

Aglomerado de galáxias MACS J1149.5+223. Em destaque a estrela LS1 cuja imagem está ampliada por um fator 2000 por microlente gravitacional. [1]
Astrônomos usando o Telescópio Espacial Hubble da NASA/ESA observaram a estrela mais distante já descoberta. A estrela azul Continuar lendo Observando a estrela mais distante

O LIGO e a física de altas energias

Bruno Carneiro da Cunha
04/12/2017

O primeiro evento de colisão de buracos negros detetado pelo LIGO. Os sinais dos dois detetores são mostrados separados e depois juntos. A distância entre os dois detetores é de 3000 km. [1]
Quando se fala em interações fundamentais da natureza, a gravitação aparece como a mais fraca e, por isso mesmo, a mais difícil de ser estudada. Continuar lendo O LIGO e a física de altas energias

À procura da matéria escura

Bruno Carneiro da Cunha
05/06/2017

Composição mostra a colisão entre duas galáxias no “aglomerado bala”. Graças às técnicas de imagem usando lentes gravitacionais, consegue-se medir a distribuição de matéria bariônica usual (em vermelho), e da matéria escura (em azul), separadamente. [1]
Já comentamos neste espaço os sucessos e limites do modelo padrão de partículas, e os esforços no sentido de estudar o que existe de Continuar lendo À procura da matéria escura