CCS/CAPES
21/07/2023

Pesquisador desenvolveu um estudo sobre a regulação hormonal do processo de amadurecimento de frutas (Foto: Arquivo pessoal)

Eric Tobaruela, é graduado em Farmácia pela Universidade Federal do Ceará (UFC) e mestre e doutor em Ciências dos Alimentos pela Universidade de São Paulo (USP). Em seus estudos, desenvolveu uma pesquisa sobre a regulação hormonal do processo de amadurecimento de frutas. O bolsista da CAPES pretende apontar melhorias na qualidade dos alimentos de consumo diário.

Do que trata a sua pesquisa?
A minha pesquisa, realizada durante meu doutorado na Faculdade de Ciências Farmacêuticas da USP, foi desenvolvida sob orientação do professor Eduardo Purgatto e teve como objetivo avaliar a interação entre dois hormônios vegetais (etileno e auxina) e sua influência no metabolismo de compostos voláteis, compostos responsáveis pela formação do aroma, durante o amadurecimento de tomates, através de análises metabolômicas e proteômicas.

Já temos algum resultado? É possível mensurá-los?
O projeto já foi finalizado e os resultados obtidos foram apresentados em um artigo científico publicado na Frontiers in Plant Science. Outros dois artigos estão em fase de finalização. Analisando variedades de tomate, em diferentes estágios de amadurecimento, sob tratamentos hormonais com etileno e/ou auxina, pudemos observar que ambos os hormônios estudados regulam diretamente as vias metabólicas envolvidas na formação de compostos voláteis, impactando na formação do aroma do tomate durante o amadurecimento. Além disso, as abordagens ômicas utilizadas (metabolômica e proteômica) permitiram uma visualização ampla e detalhada da regulação envolvida no processo de amadurecimento de tomates, reforçando não apenas os efeitos da regulação via etileno e auxina, mas também o papel da interação etileno-auxina na regulação do aroma.

De que forma a sua pesquisa pode contribuir para a sociedade?
O tomate é um modelo de estudo para entendermos o processo de amadurecimento das frutas que consumimos diariamente. Nossa pesquisa gerou um conhecimento que, no futuro, poderá ser utilizado como base para o desenvolvimento de novas tecnologias e a seleção de novas variedades, visando melhorar a qualidade nutricional das frutas, aumentar a produtividade no campo, dentre outros aspectos de interesse para a fruticultura brasileira.

O que vale destacar da sua pesquisa?
O amadurecimento dos frutos é um processo geneticamente coordenado e regulado por diversos hormônios vegetais. Nossa pesquisa destacou a importância de dois destes hormônios (etileno e auxina) na formação do aroma, além de evidenciar a interação entre estes dois hormônios e o papel desta interação na regulação dos metabolismos envolvidos na formação do aroma das frutas.

Qual é a importância da bolsa da CAPES?
A bolsa da CAPES foi fundamental para viabilizar minha permanência em São Paulo e minha participação no projeto, uma vez que sou de Fortaleza e mudei de cidade para realizar a pós-graduação. Além disso, a bolsa CAPES/Cofecub viabilizou a realização de parte do projeto na França, onde pude me integrar em um grupo de pesquisa internacional e aprender novas técnicas que foram implementadas em nosso laboratório no Brasil. [1], [2]

[1] Redação: CGCOM/CAPES

[2] Publicação original: https://www.gov.br/capes/pt-br/assuntos/noticias/estudo-analisa-regulacao-hormonal-de-frutas

Como citar este texto: CCS/CAPES. Estudo analisa regulação hormonal de frutas. Saense. https://saense.com.br/2023/07/estudo-analisa-regulacao-hormonal-de-frutas/. Publicado em 21 de julho (2023).

Notícias científicas da CCS/CAPES     Home