Agência FAPESP
10/10/2023

O dispositivo foi testado em amostras de água, onde apresentou boa sensibilidade e facilidade de manuseio (imagem: divulgação)

Agência FAPESP – Pesquisadores vinculados ao Centro de Desenvolvimento de Materiais Funcionais (CDMF) descreveram no Journal of Molecular Liquids o desenvolvimento de um sensor capaz de detectar o antibiótico metronidazol, usado na medicina humana e veterinária, no organismo ou em amostras ambientais.

O acúmulo dessa substância no corpo ou em alimentos, por exemplo, pode resultar em diferentes problemas para a saúde, o que torna necessário monitorar a concentração do composto.

O sensor desenvolvido combina o uso de nanopartículas magnéticas e polímeros fluorescentes com impressão molecular. O dispositivo foi testado em amostras de água, onde apresentou boa sensibilidade e vantagens práticas, incluindo possibilidade de análise em tempo real e facilidade de manuseio.

O CDMF é um Centro de Pesquisa, Inovação e Difusão (CEPID) da FAPESP sediado na Universidade Federal de São Carlos (UFSCar).

Assinam o estudo Luiz Fernando Gorup, Laís Mendes Alvarenga, Cristiane dos Reis Feliciano, Bruno Giordano Alvarenga, Hauster Maximiler Campos de Paula, Yara Luiza Coelho, Luís Henrique Mendes da Silva, Mariane Gonçalves Santos e Luciano Sindra Virtuoso.

O artigo Preparation of a composite sensor based on a fluorescent and magnetic molecular imprint polymer for metronidazole extraction–detection pode ser encontrado em: https://authors.elsevier.com/c/1hm7Tc8qpaWLQ.

* Com informações do CDMF, um Centro de Pesquisa, Inovação e Difusão da FAPESP.

Como citar este texto: Agência FAPESP. Sensor criado na UFSCar permite monitorar concentração de antibiótico na água e em alimentos. Saense. https://saense.com.br/2023/10/sensor-criado-na-ufscar-permite-monitorar-concentracao-de-antibiotico-na-agua-e-em-alimentos/. Publicado em 10 de outubro (2023).

Notícias científicas da Agência FAPESP     Home